Sem categoria

Do reboco ao aterro

Boa noite pessoal!

Post do celular para compartilhar com vocês a alegria contida nessas fotos.   

Entáo, a casa está praticamente toda rebocada por dentro e por fora, e ontem, com a chegada do sol, o pessoal conseguiu tocar o aterro.
    
  

Começamos o muro também, já avançou bastante, tem uns 7 dias que o pessoal vem trabalhando nele.

  

Nas duas próximas fotos da pra ver a churrasqueira e a lareira. Ainda sem revestimento nas duas e a lareira sem reboco.

   
Próximo passo é finalizar o contrapiso e entrar com a cerâmica, o eletrecista já está passando os fios e o gesseiro começa na próxima semana.

Agora é aquela fase que tudo acontece meio junto e os proprietarios ficam quase loucos e consideravelmente mais pobres! Kkkk
Mas vâmo que vâmo, tá na finaleira!

Abraço para todos e obrigado pela visita e comentários!

NuncaConstruímoa

Anúncios

E segue a alvenaria

Boa madrugada pessoal! Hehehe 


Posta no meio da noite com algumas fotos da semana passada!

Quinta agora estive na obra e as coisas estavam andando bem. Já estão subindo a parte de alvenaria do pé direto duplo e a caixaria estava quase toda pronta.


Na próxima sexta devemos ter o último evento de concretagem, aproximadamente 12 metros cúbicos para concretar a cobertura e caixa de água.


Essa semana foi a de correr para fechar as esquadrias, já estamos até atrasados para fechar isso, já que eles pedem 45 dias para produzir e instalar. Mas vai dar tempo!


Vamos colocar tudo em alumínio. Queria PVC, mas o preço foge do planejado em mais de 10 mil, logo, vamos nos contentar com o alumínio da linha Inova da Alcoa.

Depois de fechar voltamos para contar como é com quem foi.

Ah, foi uma novela pro pessoal entender como queríamos os vidros da fachada e fazerem um orçamento correto. Tivemos que, literalmente, desenhar para que entendessem.


Colocamos a trabalhar no projeto de interiores, em breve imagens por aqui!

Estamos loucos para começar a comprar os acabamentos, também, em breve novidades e imagens por aqui.


Pessoal, por enquanto é isso, perdoem algum erro de português, no celular e de madrugada é muito difícil digitar e revisar! Hehehe
Até mais, obrigado pela visita e voltem sempre!
Abraço,
NuncaConstruimos

 

Respostas…

Boa tarde, pessoal!

Só um recadinho rápido, não estamos conseguindo acessar e atualizar o blog com a frequência que gostaríamos, por isso, as vezes demoramos dias e mais dias para responder aos comentários.

clock134

Queremos dizer que ficamos muito felizes pelos acessos e comentários de todos, e que as vezes podemos demorar para responder, mas respondemos!!! E se a gente não responder alguma pergunta, cobrem da gente!

Para atualizar vocês, essa semana recebemos o restante da madeira para terminar a caixaria e as lajes pré-moldadas do primeiro pavimento. Por aqui temos sol e o pessoal tá trabalhando direto na obra. Tudo indica que na segunda que vêm teremos a concretagem da primeira laje, aí voltaremos com novidades e fotos de como ficou!

Abraços,

NuncaConstruímos 🙂

Ainda sobre estaqueamento

Bom dia, pessoal!

Hoje só vim postar um vídeo de ontem, do bate-estacas funcionando.

Pra quem nunca viu o processo, é assim que funciona.

Obs.: o vídeo está sem áudio

Aquela estaca de concreto, no caso era uma estaca de 10 metros, é batida solo a dentro, enquanto for descendo eles vão batendo, quando a máquina encontra resistência eles dão de 10 a 15 batidas finais para avaliar o quanto a estaca desce, se for apenas alguns poucos centímetros eles param e passam para o próximo ponto.

Essas estacas são alocadas nos pontos de carga da construção, darão sustentação para toda a casa, não estou com o projeto aqui no momento, mas se não me engano são uns 20 pontos no caso da nossa casa.

A estaca do vídeo foi a que eu falei ontem, do teste, que cravou 18 metros, ou seja, entraram duas estacas daquelas inteiras!

É isso aí, vâmo que vâmo!

Abraço para todos. 🙂

Quase lá!

Boa noite, pessoal!

Passadinha rápida, só pra contar que estamos quase lá!

901656_700b

Hoje foi um dia movimentado, rendeu bem! Contratos com os fornecedores iniciais assinados, empreiteiro, estaqueamento, acompanhamento da obra e topografia!

Coisa linda!

Semana que vem damos o ponta pé inicial, primeiras compras, primeira mexida no terreno e aí vai que vai.

Então, aguardem, semana que vem teremos novidades em ritmo acelerado!

Obrigado pela visita e pelos comentários. 🙂

Abraços.

O sumiço, a volta e o começo

Boa tarde pessoal! Como vocês estão? E as obras, a todo vapor?

Poxa, deveríamos estar (e estamos) com vergonha de desaparecer por tanto tempo… mas voltamos e #agoravai!

agora

Os motivos do sumiço são variados, entre eles a busca por um novo empreiteiro, já que o anterior meio que desistiu de nos atender (já tinha contado isso por aqui), algumas pequenas alterações no projeto e uma demora nos orçamentos.

Quando decidimos por eliminar um banheiro (ao invés de ficar com 3 suítes ter apenas uma e um banheiro social divido entre os outros dois quartos) e colocar uma viga entre os vidros da fachada, tivemos que alterar o arquitetônico, o que gerou uma alteração estrutural e, consequentemente, obrigou um novo projeto estrutural. Este por si só já demorou um pouco para ser entregue, uma vez que tivemos ele em mãos, passamos para a fase de orçamento do estaqueamento, agora com as estacas realocadas e com menos estacas devido ao novo cálculo estrutural.

Viu só, o estrago que uma “pequena” alteração faz em um cronograma!? Como ainda estávamos nos acertando com o novo empreiteiro, isso não chegou a ser um atraso, afinal eles ainda nem tinham entrado no terreno para trabalhar, na verdade nem o contrato foi assinado com eles, devemos fazer isso nos próximos dias.

Apesar de ter achado ruim essa enrolação toda, há males que vem para o bem, a nossa engenheira disse que quando refez os cálculos a estrutura ficou mais barata, menos concreto, menos ferro, menos estacas, logo, MENOS DINHEIRO!!!! hehehe

Ah, além das alterações do projeto, tudo isso aconteceu em novembro/dezembro, então, o pessoal começou a sair de férias, nós saímos de férias, e os trabalhos só foram retomados agora no final de janeiro.

Pra encurtar a história, problemas resolvidos, só estamos aguardando o orçamento da empresa que fará a cravação das estacas para iniciar a obra, o que tudo indica será ainda esse mês.

Tem mais coisa pra contar, mas não quero deixar esse post gigante, fica chato de ler!

Vou ver se hoje à noite escrevo um post falando sobre a bendita ART de execução, sabem o que é? Pois se não sabem, leiam o próximo post, só vou adiantar que ela é fundamental para a obra e tem um preço!

Até mais pessoal, prometo que não sumiremos mais!

Obrigado pela visita e continuem aparecendo! 🙂

Desculpem o sumiço!

Bom dia, pessoal!!!

Como estão todos?

Poxa, desculpem pelo sumiço repentino aqui do blog, estive envolvido em atividades demais no decorrer das últimas semanas e não consegui dar atenção suficiente pra o blog.

Pois bem, vamos às atualizações!

obras

Nosso alvará de construção foi emitido! À partir de agora podemos começar a mexer no terreno sem qualquer medo de fiscalização… hehehe

A engenheira finalizou os projetos complementares, devo pegá-los com ela semana que vem. Mas mesmo antes disso já começamos a fazer orçamento de estaqueamento. Sim, teremos que estaquear (não sei se existe esse verbo) o terreno para fazer as fundações. Descobrimos que vários outros terrenos do loteamento precisaram de estaqueamento e a casa vizinha do nosso lote já apresenta algumas rachaduras de origem estrutural, segundo a nossa engenheira, logo não há o que discutir, é estaca mesmo!

Não sei se algum de vocês precisou de estaqueamento nas suas respectivas obras, eu assustei um pouco com o valor, mais de 20 mil!!! Foi só o primeiro orçamento, pegarei outros e tentarei negociar o valor do material, já que na mão de obra não tem muito o que mexer. Vamos ver como fica, depois conto para vocês.

Faz parte, não é!? Se vamos fazer temos que fazer bem feito, o que adianta economizar agora e depois conviver com as rachaduras nas paredes? Meta as estacas!

Fora isso, semana que vem também falaremos com o provável empreiteiro da obra, se tudo der certo até o final de Outubro estamos começando a nossa construção, aí sim teremos movimento por aqui. 🙂

Bom final de semana pessoal, obrigado por acompanharem e pela paciência! Prometo que esse final de semana respondo aos comentários que estão sem respostas e assim que tiver novidades retorno.

Nosso terreno

Olá pessoas! Como vocês estão?

Voltamos com o prometido post sobre o terreno!

A compra do terreno começa quando decidimos que queríamos um apartamento maior. Hã? Não entendeu nada né!? Eu explico: quando começamos a olhar apartamentos maiores, de três e quatro dormitórios, nos deparamos com valores absurdamente altos. Mesmo comprando na planta os valores eram altos e a negociação com as construtoras bem complicada, já que o valor que dispúnhamos para entrada nunca os satisfazia.

Pois bem, após várias visitas frustradas em diversos empreendimentos em todos os locais possíveis, desejáveis e não tão desejáveis assim, decidimos que iríamos explorar a compra de uma casa!

Confesso que não estava esperançoso com relação aos valores, pois se para um apartamento a coisa era complicada imagina para uma casa. Dito e feito! Valorização maluca dos imóveis e valores de casa mais altos que dos aptos, e quando encontrávamos valores razoáveis alguma coisa não agradava, fosse a planta estranha e que não atendia as nossas expectativas, ou a localização que não era legal, ou ainda uma construção antiga que precisaria de muita reforma.

Nesse cenário só restava uma opção: vamos construir a nossa casa do nosso jeito!!!

Com essa ideia na cabeça fomos em busca de um terreno, começamos olhando em condomínios fechados buscando segurança e alguma privacidade, coisas que valorizamos quando moramos em um apartamento. Entretanto, lotes em condomínios fechados são mais valorizados, por isso mais caros também. Só encontramos lotes em condomínio fechado com um valor legal em locais muito afastados de onde gostaríamos de morar.

Por fim, após quase um ano de procura encontramos o nosso terreno em um loteamento que, apesar de não ser fechado, possui algumas características em comum com os condomínios horizontais fechados. Boa segurança, cancela na entrada e todas as ruas sem saída, o que faz com que o trânsito dentro do loteamento seja basicamente de proprietários.

Vamos ver as fotos então?

 

Essa é da fachada principal do terreno. É um lote plano com 513m².

tela01-01

 

Aqui temos a vista da esquina, onde é possível ver a lateral. O lote termina em uma linha reta no final do muro do vizinho, bom se fossem as duas esquinas né? kkkkk… Mas não, a outra esquina pertence ao outro lote, que é bem estranho por sinal, é um triângulo. Para vocês terem uma ideia não há viabilidade de construção na parte deste lote que faz divisa com o nosso, os recuos obrigatórios impedem qualquer construção, ali somente jardim e talvez uma piscina. Mesmo assim o lote foi vendido e parece que o vizinho vai começar uma construção em breve

tela02-01

 

Agora estou em dia com vocês, ou quase, falta a planta baixa ainda. Logo, logo a planta aparece por aqui! 🙂

Abraço e continuem acompanhando!

E o projeto, cadê?

Pessoal, não esquecemos do blog não, é que ainda estamos esperando os projetos alterados.

A engenheira tá se virando para finalizar os complementares e a arquiteta tá mexendo no arquitetônico e e fazendo as projeções 3D. Assim que elas nos entregarem a gente vem aqui e posta algumas imagens pra vocês!

sign

Enquanto isso, seguimos fazendo orçamentos com empreiteiros, vendo material de construção, acabamentos, ideias para decoração e etc.

Desculpem a nossa ausência, em breve o blog ficará bem mais agitado e com atualizações constantes.

Obrigado pela paciência e por acompanharem.

Abraços!

Por onde começo? O_o

Ok, queremos construir, mas, por onde começamos?

E agora!?

e_agora

 

Um publicitário metido a empreendedor e uma relações públicas metida a administradora, estas são definições bem boas para este casal! Detalhe para o fato de que eu (o publicitário) nunca empreendi nada e a RP também nunca administrou. kkkk

Essa conversa aí foi só pra dizer que somos dois leigos, não temos nenhuma relação com o mundo da construção civil e não tínhamos muita ideia de por onde começar, além da necessidade de se comprar um terreno, mas até para isso era preciso entender um pouco da coisa (posição solar, localização, tamanho, etc, etc, etc…).

Então, procuramos pessoas que entendessem para nos auxiliar nessa empreitada. É aquela coisa, quando a gente não entende tem que se cercar de pessoas confiáveis e que saibam o que estão fazendo, e sobretudo buscar fazer as coisas “como manda o manual”.

Com isso em mente fomos atrás de um arquiteto(a), ainda antes de fechar a compra do terreno, assim já poderíamos contar com a consultoria deste(a) profissional com relação à posição solar e formato do lote, coisas que influenciariam diretamente no nosso projeto.

Bom, não vou contar a história toda no primeiro post né!? hehe

Só para que vocês saibam, já compramos o terreno, fizemos os projetos, as aprovações nos órgãos competentes(?) estão em andamento e agora estamos na fase de cotação de empreiteiro/pedreiro.

Acompanhem a nossa primeira empreitada por aqui e vamos resolvendo as duvidas no caminho. Nos próximos posts vamos contar como foi que passamos por cada uma dessas fases que já cumprimos.

Sejam bem-vindos e obrigado por ler! 🙂